I won't give up


Ultimamente tenho pensado bastante sobre o "porque" que eu escrevo, meio que, como todas essas palavras surgem, entende? Dai, ouvi uma música do Jota Quest e percebi que é exatamente como a música diz, tudo que eu escrevo, são pensamentos soltos traduzidos em palavras, pra que você possa entender o que eu também não entendo.
Sempre que escrevemos algo, diretamente ou indiretamente é pra alguém. Nunca é bom guardar o que pensamos e o que sentimos, demos que desabafar de alguma forma e escrever foi a melhor saída que encontrei pra colocar todos os meus sentimentos.
Sempre antes de dormir eu fico viajando em meus pensamentos, criando histórias e imaginando momentos, e sempre ele habita meus pensamentos. Uma história e dois mundos! Estamos tão perto de completar 1 ano e 2 meses de namoro que muitas vezes parece fantasia tudo isso, mas eu sei que ele é a minha realidade, nunca tive dúvidas. Confesso, que em alguns momentos de extrema fraqueza, por instantes cheguei a pensar em desistir de tudo, mas quando parei e pensei em tudo que já vivemos, em tudo que já enfrentamos e todo esse caminho que já trilhamos juntos, percebi que vale a pena lutar pelo que sinto, pelo meu amor, por ele. Amar alguém não é simplesmente amar, é fazer coisas que jamais imaginou fazer, correr riscos e acreditar. No final eu sei que vai ficar tudo bem. Ame agora, depois e que esse amor cresça a cada dia que passar.
-
I won't give up on you ♪

(Ao som de I won't give up - Jana Kramer)

6 comentários:

Angus Cailleach , disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Angus Cailleach , disse...

Ahh que lindo. Também escrevo bastante e ultimamente todos os meus textos são direcionados ao meu namorado. Temos apenas 1 mês e meio e quero que dure bastante tempo, estamos bem felizes junto, e às vezes me sinto da mesma forma, como se tudo fosse uma fantasia, porém quando ele vem, me beija e me abraça, sorrio pois ele me mostra que é real. Boa sorte pra nós dois e que possamos continuar vivendo esse amor até ficarmos velhinhos ♥


http://rememberthesunshine.blogspot.com/2011/03/do-you-remember_24.html

Railma R. Medeiros! disse...

Alice, Alice... Que lindo! Nada melhor do que estar apaixonada, não é mesmo ? E quanto aos motivos que nos levam a escrever, concordo plenamente com você. O texto pode ser fictício, pode ser uma estoria inventada, mas ao menos numa linha, num trechosinho tem algo que sentimos, sobre "ele" mesmo. Rs ' Te sigo aqui, tá tudo lindo mesmo. Um beijo :*


Me visita também: http://railmamedeiros.blogspot.com/

devaneadora disse...

Acredito que a maioria das escritoras famosas ou não de gaveta e de blog se indagam do motivo e de como as palavras fluem tão abertamente. E isso faz com que enxerguemos o que realmente nos importa e os sentimentos que rondam cada texto e sua motivação, e isso é bom.
Me identifiquei "e escrever foi a melhor saída que encontrei pra colocar todos os meus sentimentos."

Adorei o blog.

Elania disse...

Só escrevemos coisas que na maioria das vezes gostariamos de ouvir, ou apenas desabafar...sei lá.
E acho muito lindo esse teu amor, sério. A confiança e a perserverança.
Desejo-te tudo de bom linda.
bjs

Raphilicious disse...

Olá!!

Estou com um post super especial no blog!

A partir de amanhã começa a SEMANA ESPECIAL IRMANDANDE DA ADAGA NEGRA! Se você nao conhece os livros da escritora J.R Ward, é hora de ler a resenha de todos os livros, postados a cada dia lá no blog!

Participe! No final terá uma bela surpresa!

Xêro da Rapha! :*

Postar um comentário